InicioAtualidadePaulo Cafôfo: “É preciso dar força ao PS para fazer avançar a...

Paulo Cafôfo: “É preciso dar força ao PS para fazer avançar a Madeira”

O presidente do Partido Socialista-Madeira alerta para a necessidade de, no próximo domingo, os madeirenses confiarem o seu voto nas candidaturas do PS aos vários órgãos autárquicos, para reforçar a marca do PS no poder local e proporcionar melhores condições de vida às pessoas.

Paulo Cafôfo, que hoje à noite, em Machico, assinala o encerramento da campanha para as eleições autárquicas deste domingo, vinca que é fundamental dar continuidade à mudança iniciada em 2013, quando o PS conquistou quatro câmaras na Região e encetou um novo ciclo de governação, marcado pela proximidade e pelo investimento nas pessoas.

“É preciso dar força ao PS para fazer avançar a Madeira, porque onde o PS governa as pessoas vivem melhor”, adianta o líder dos socialistas madeirenses, apontando a aposta que as autarquias geridas pelo partido têm feito em áreas como a educação, o apoio social, as acessibilidades, a saúde, a dinamização económica e a cultura. “Os nossos autarcas, além de uma gestão rigorosa e transparente, para pagarem as dívidas herdadas dos executivos do PSD, têm vindo a apostar verdadeiramente nas pessoas, sendo que os resultados desse investimento são visíveis”, sublinha Paulo Cafôfo, não deixando de assinalar as circunstâncias difíceis em que as câmaras da oposição exercem a sua ação, devido às constantes tentativas de asfixia e de estrangulamento por parte do Governo Regional, que não assina contratos-programa nem transfere as verbas do IVA e do IRS a que os municípios têm direito.

O presidente do PS alerta que “não podemos voltar para trás” e que é preciso continuar a trilhar este caminho com resiliência, aproveitando para enaltecer as governações de Ricardo Franco (Machico), Emanuel Câmara (Porto Moniz), Célia Pessegueiro (Ponta do Sol) e Miguel Silva Gouveia (Funchal) e para agradecer aos candidatos a todas as câmaras e juntas de freguesia por aceitarem este desafio em nome da luta pela democracia, contra o medo, em prol das populações das diferentes localidades.

“O PS está focado no bem comum e no progresso da nossa terra e não se desvia um milímetro desse propósito”, vinca Paulo Cafôfo, lamentando a campanha agressiva do PSD em termos de conteúdo narrativo e da utilização dos recursos públicos ao serviço dos interesses partidários, ao invés de corresponder aos anseios da população.

O responsável aproveitou, por isso, para destacar a força do projeto autárquico do PS, assinalando o facto de, pela primeira vez, o partido apresentar candidaturas em todos os concelhos e freguesias da Região e evidenciando o comprometimento com as questões da paridade e da igualdade, ao apresentar seis mulheres candidatas a presidentes de câmara.

“Que, neste domingo, ninguém deixe por mãos alheias a possibilidade de continuar a mudar a nossa terra”, afirma Paulo Cafôfo, apelando ao voto no PS, pois só assim será possível encontrar soluções para resolver os problemas das pessoas e das respetivas localidades.

X