InicioAtualidadePS quer mais estacionamentos para pessoas com deficiência em São Martinho

PS quer mais estacionamentos para pessoas com deficiência em São Martinho

O Grupo do Partido Socialista na Assembleia de Freguesia de São Martinho vai dar entrada neste órgão autárquico a uma proposta que recomenda ao executivo que encete conversações com a Câmara Municipal do Funchal, no sentido de serem criados mais lugares de estacionamento para pessoas com deficiência naquela freguesia.

“Só podemos falar verdadeiramente em inclusão das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida quando formos capazes de criar formas de acessibilidade que zelem pela autonomia e independência. Isto, infelizmente, não é o que se verifica na nossa freguesia”, afirma Cátia Pestana, que constata que se muito já foi feito até agora, com o rebaixamento de passeios e passadeiras inteligentes, “a verdade é que basta uma volta pela freguesia para depressa nos darmos conta das graves lacunas existentes em termos de lugares de estacionamento próprios”.

A porta-voz do PS na Assembleia de Freguesia de São Martinho dá conta que não existem lugares de estacionamento reservados em toda a Estrada Monumental, junto a farmácias e nas principais microcentralidades da freguesia, como Barreiros, Zona Comercial do Caminho de São Martinho, Ajuda ou Piornais. Por outro lado, aponta que dos poucos lugares existentes entre os Piornais e a Ajuda, muitos deles são com matrícula atribuída.

Neste sentido, embora reconheça que a criação destes estacionamentos reservados não seja competência da Junta de Freguesia, o PS considera que é uma obrigação desta zelar por melhores condições quer para os seus fregueses, quer para os seus visitantes. Por isso, os socialistas recomendam que a Junta “encete e diligencie contactos com a Câmara Municipal do Funchal, no sentido de serem criados mais estacionamentos reservados aos portadores de dístico de estacionamento, por forma a garantir a independência e o acesso das pessoas com deficiência que vivem na freguesia, bem como os visitantes, contribuindo para uma freguesia verdadeiramente inclusiva”.

Protesto pela falta de limpeza

Na reunião de amanhã, o PS irá também apresentar um voto de protesto pela falta de limpeza da freguesia por parte do executivo. “É com muita tristeza que constatamos que São Martinho perdeu o brilho de outros tempos. Um pouco por todo o lado, as ervas invadiram a freguesia, os buracos tomaram conta das estradas, as obras ficam por acabar. Temos assistido, nos últimos seis meses, a um desleixo generalizado, quer nos percursos pedonais que são responsabilidade da Junta, quer nos principais arruamentos da freguesia, quer nos bairros ou complexos habitacionais, quer nas nossas promenades”, faz notar Cátia Pestana.

Os socialistas solicitam, por isso, que o executivo da Junta cumpra com as suas funções no que respeita à limpeza dos espaços da sua responsabilidade e que faça chegar às restantes entidades competentes esta preocupação.

Solidariedade para com o povo ucraniano

O grupo do PS vai igualmente dar entrada na Assembleia de Freguesia a um voto de solidariedade para com o povo ucraniano, que sofre com a guerra, e para com todos os refugiados. “Mais de três centenas de cidadãos chegaram à Madeira, alguns destes à nossa freguesia, e importa que estejamos preparados para levar a estas pessoas, massacradas pela guerra, o conforto e a paz que mais necessitam neste momento”, sublinha Cátia Pestana.

Os socialistas apresentam ainda um voto de louvor a todas as corporações de bombeiros envolvidas no combate ao incêndio dos armazéns do Pingo Doce, bem como à população do Poço Barral.

X