InicioAtualidadePS-MADEIRA PEDE A DEMISSÃO DE FARIA NUNES

PS-MADEIRA PEDE A DEMISSÃO DE FARIA NUNES

O estado calamitoso a que chegaram os organismos públicos regionais da área da Saúde, devido a uma gestão miserável do sector, com evidentes responsabilidades do Governo Regional, exige muito mais do que palavras, exige ações, que devem ser imediatas.

Conforme divulgado pela comunicação social regional, o Diretor do Serviço Regional de Saúde da Região, bem como todos os diretores das diversas especialidades do Hospital Dr. Nélio Mendonça, colocaram, hoje de tarde, os seus lugares à disposição, alegando falta de condições, nomeadamente, falta de fármacos, de recursos materiais, de formação e investigação, lacunas, intoleráveis e inexplicáveis, que têm afetado gravemente o normal funcionamento dos serviços e cuidados prestados aos cidadãos RAM e aos turistas que nos visitam.

A continuada destruição do Serviço Regional de Saúde, mormente, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, tem-se agravado com esta governação do Dr. Miguel Albuquerque – são prova disso a profusão de péssimas notícias que põem em causa a qualidade dos serviços prestados aos utentes, que só não são piores devido aos empenho dos diferentes grupos profissionais que em circunstâncias difíceis mas com brio profissional vão fazendo o que podem.

Dada a extrema importância do regular funcionamento dos serviços de saúde pública para a população da Madeira e Porto Santo, que anseia pelo fim do pandemónio que contamina o sector, não basta, por conseguinte, ouvir na Assembleia Legislativa, o secretário regional da tutela. É evidente que o estado a que as coisas chegaram não tem retorno com o mesmo responsável político direto sendo necessária uma medida de choque que abra a porta a uma necessária e desejada recuperação do sector.

Assim, face à manifesta incapacidade política demonstrada para um funcionamento regular do Sistema Regional de Saúde, que assegure aos cidadãos e contribuintes bons cuidados de saúde, o PS-Madeira exige a rápida demissão do secretário regional da tutela, o Dr. João Faria Nunes, devendo ser encontrado urgentemente o seu substituto que terá de ser necessariamente alguém que entenda profundamente do setor e consiga galvanizar os profissionais e devolver aos utentes a imprescindível confiança. 

X