InicioAtualidadeJAIME LEANDRO AVALIA NEGATIVAMENTE OS PRIMEIROS MESES DE MIGUEL ALBUQUERQUE

JAIME LEANDRO AVALIA NEGATIVAMENTE OS PRIMEIROS MESES DE MIGUEL ALBUQUERQUE

Foram muitas as promessas preconizadas pelo Governo do Dr. Miguel Albuquerque, nomeadamente, o subsidio de mobilidade que apesar de já estar em vigor demonstrou ser uma, verdadeira, trapalhada, composto por pormenores impensáveis auto-impostos pelo Governo Regional que distorcem o mercado do transporte aéreo, abrindo a porta ao aumento das tarifas e complicando a vida a quem viaja, uma vez que o passageiro é penalizado por pagar com cartão de crédito e porque o preço das viagens aumentou. 

Relativamente à linha ferry entre a Madeira e o Continente tarda, a entrar em funcionamento, apesar de existirem diversos interessados. Desta feita, deveria ter sido aberto um concurso público, permitindo, uma maior, transparência no processo, porém o Governo Regional considera que será, a seu tempo.

No que diz respeito às diferenças mais significativas relativamente à liderança de Alberto João Jardim, Jaime Leandro menciona que existem diferenças visíveis, designadamente, o desanuviamento do ambiente parlamentar, porém o secretário geral socialista teme, que se esteja a esvair, na sequência dos recentes desenvolvimentos políticos nacionais que levaram António Costa ao poder. Parece existir, um certo, receio de que, por efeito de contágio, o mesmo possa vir a acontecer na RAM, num futuro bem próximo. 

X