InicioAtualidadePS PROPÕE NOVO MODELO DE CONCESSÃO PARA "FERRY"

PS PROPÕE NOVO MODELO DE CONCESSÃO PARA “FERRY”

Entre as várias alterações sugeridas pelos socialistas, está a clara indicação para uma “isenção de taxas e de operacionalidade das embarcações”, indo ao encontro do que pediam armadores e seguindo o modelo em prática na operação da Porto Santo Line.

No entanto, ao contrário do “singular regime” permitido nessa concessão “sem alterações significativas desde 1991.

Outras duas exigências socialistas passam pela garantia de que o futuro concessionário assegure uma “escala no Porto Santo durante uma vez por semana (uma ida e uma vinda) e que o operador garante uma embarcação de características semelhantes à que vencer o concurso durante o período de manutenção, ao contrário do que também não acontece com a Porto Santo Line.

No histórico que fundamenta a proposta do PS surge uma referência à empresa Naviera Armas que terá chegado a garantir uma quota de mercado na ordem dos 10%. No entanto, acusa o partido, “de forma inexplicável, o Governo Regional impôs barreiras e não teve nem arte nem engenho e, quiçá vontade política” de assegurar essa ligação apresentada pelos socialistas como uma promessa e “uma responsabilidade do Governo da Região” no transporte de passageiros e mercadorias entre o Funchal e Lisboa.

X