InicioAtualidadeHelena Freitas quer apoiar agricultores na distribuição e valorização do produto local

Helena Freitas quer apoiar agricultores na distribuição e valorização do produto local

A candidata do PS à Câmara Municipal de São Vicente defende a comercialização de produtos regionais através de mercados locais e cadeias curtas de abastecimento, diminuindo as distâncias entre produtores e consumidores, aumentando a frescura dos alimentos, reduzindo a pegada ecológica do sistema alimentar e permitindo um eficaz escoamento dos produtos agrícolas e pecuários.

Helena Freitas sublinha que “as principais vantagens das cadeias curtas de comercialização incluem preços mais justos para os agricultores, acesso a alimentos mais frescos, nutritivos e de época para os consumidores, um menor impacto no ambiente, com a redução das distâncias percorridas pelos alimentos, o reforço da soberania alimentar, principalmente em regiões insulares como a nossa, mais segurança alimentar, com a maior rastreabilidade dos produtos, desenvolvimento económico regional sustentável, com a criação de oportunidades de emprego no meio rural, combate ao despovoamento e maior coesão social a nível local”. 

Os apoios, respeitante à componente cadeias curtas de abastecimento, compreendem, designadamente, as seguintes ações: adaptação e apetrechamento de infraestruturas existentes, para pontos específicos, no âmbito de cadeias curtas e o armazenamento, transporte e aquisição de pequenas estruturas de venda.

A candidata do PS revela também interesse em dinamizar ações promocionais que estimulem o consumo do produto local junto da população de São Vicente, bem como na restauração, hotelaria e serviços públicos do concelho.

“Ao consumir produtos locais contribuímos para o crescimento da economia do concelho e, consequentemente, mais emprego. Fator importante para a fixação de mais população no município”, considera.

Helena Freitas conclui que “o consumo de produtos locais ajuda a preservar a cultura e a identidade, porque não só preserva a cultura gastronómica das regiões, como também pelo conhecimento ancestral que passam das gerações mais antigas para as atuais”.

Por via do falecimento do antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, e durante o período de luto nacional, o Partido Socialista-Madeira suspendeu os comícios, convívios e arruadas de campanha.

X