Notas de Imprensa

17.08.2019

PAULO CAFÔFO DIZ QUE MUDANÇA SÓ É POSSÍVEL COM O PS E PEDE A CONFIANÇA DOS MADEIRENSES E PORTO-SANTENSES

O Partido Socialista-Madeira apresentou, hoje, publicamente, os seus candidatos às Eleições Legislativas Regionais de 22 de setembro. Uma iniciativa que teve lugar na frente mar da vila da Ribeira Brava e durante a qual o cabeça de lista, Paulo Cafôfo, afirmou que a mudança na Região só é possível com o PS, pedindo, por isso, a confiança dos madeirenses e porto-santenses.

O candidato a presidente do Governo Regional começou por elogiar os elementos que compõem a lista, homens e mulheres de coragem que «decidiram dizer sim à Madeira, ao Porto Santo e ao futuro». «Temos equipa para mudar a Madeira», afiançou. De seguida, explicou o porquê da escolha da Ribeira Brava para esta apresentação, adiantando que «queremos tratar todos por igual» e que, consigo como presidente do Executivo, «todos os municípios serão tratados de forma igual». Aproveitou ainda a ocasião para deixar uma palavra especial aos emigrantes, em particular aos madeirenses que estão na Venezuela.

Paulo Cafôfo sustentou, por outro lado, que os próximos 10 anos serão tão ou mais importantes como os primeiros 10 anos da Autonomia. «Esta fase da nossa história será tão importante como a primeira fase da Autonomia e da nossa democracia. O grande desafio que nós temos é unirmo-nos», afirmou, acrescentando que este é um momento decisivo e todos são necessários e importantes, sendo que, «se estivermos unidos uns aos outros, podemos ter uma Região mais solidária, teremos uma sociedade e uma economia mais fortes, teremos melhor qualidade de vida, melhor Madeira e melhor Porto Santo». O candidato socialista frisou que nesta nova fase terão de ser tomadas opções e pediu aos madeirenses e porto-santenses que olhem para as diferenças, sendo que de um lado está um «modelo com mais de 40 anos, que está gasto, que não deu a resposta nem as soluções que a Madeira precisava» e, do outro, está um projeto com soluções para o futuro da Madeira e dos madeirenses e porto-santenses.

Referindo não estar na política contra ninguém, o cabeça-de-lista do PS-M adiantou que o seu combate é contra o desemprego, as listas de espera na saúde, o abandono escolar e a falta de qualidade de vida na nossa terra. Além da eleição dos deputados, Paulo Cafôfo lembrou que as pessoas vão ter de escolher «que presidente do Governo Regional é que querem ter». «Eu sou uma pessoa de diálogo, de consenso, sou uma pessoa positiva em qualquer circunstância e estou preparado para ser presidente do Governo Regional», declarou.

De acordo com Paulo Cafôfo, «a mudança só é possível com o PS, a mudança só é possível se acreditarmos nestes homens e nestas mulheres». «Aquilo que eu vos peço é tenham confiança em mim e acreditem que estas pessoas podem fazer diferente e vão fazer melhor para transformar verdadeiramente a Madeira», disse.

No seu discurso, Paulo Cafôfo apontou ainda as principais prioridades do programa do PS, a primeira das quais a saúde. «Nós temos de ter um hospital novo, nós temos de financiar a Saúde para termos mais médicos e enfermeiros de família, precisamos de resolver os problemas das listas de espera, com um plano que estabeleça tempos máximos e dê as respostas que as pessoas necessitam».
Outra área é o emprego, tendo Cafôfo constatado que, enquanto região de turismo, temos perdido competitividade, turistas e receitas, algo que é preciso inverter. Nesse sentido, defendeu a importância de cuidar da natureza, pois «não podemos matar a galinha dos ovos de ouro», e apontou a intenção de criar incentivos para captar companhias aéreas e o aumento de 30% na promoção da Região.

Garantir o direito à habitação condigna é outra das apostas, assim como a Educação, tendo o candidato se comprometido com a gratuitidade da escolaridade obrigatória no que se refere aos manuais, à alimentação e aos transportes.

 

Está na hora da mudança

                                       

Por seu turno, o presidente do PS-Madeira e número dois na lista de candidatos às Eleições Regionais mostrou-se confiante que a alternância democrática na Região irá finalmente acontecer no próximo dia 22 de setembro. Emanuel Câmara lembrou que o PS já demonstrou claramente que é tão capaz ou melhor no exercício de funções, dando os exemplos das autarquias que são geridas pelos socialistas. «É este ADN do PS que nós temos agora de derramar por toda a Região Autónoma da Madeira», frisou.

Depois de tecer elogios aos elementos que compõem a lista do PS, destacando, entre outros aspetos, o facto de 47% serem mulheres e de a juventude estar bem representada, Emanuel Câmara considerou que «está na hora da mudança» e salientou que «vamos viver um dia histórico» na Região no dia 22 de setembro, «elegendo um governo do PS superiormente comandado pelo Paulo Cafôfo».

Já António Pedro Freitas salientou que esta é uma candidatura de e para todos os madeirenses e que põe as pessoas em primeiro lugar.

De acordo com o mandatário, esta é uma candidatura que vai fazer diferente, «que vai puxar por mais e melhor saúde, dando soluções e apontando caminhos». Além disso, é um projeto que vai investir nas pessoas, apostando na Educação, bem como põe a solidariedade em primeiro lugar, investindo também na habitação.

Referindo que nesta listas «temos do melhor da Região», António Pedro Freitas mostrou-se confiante que o dia 23 de setembro vai ser um dia diferente para todos os madeirenses. «Vai ser um dia de liberdade, um dia de democracia e um dia do PS», afirmou.

Por seu lado, Olga Fernandes, candidata pela Ribeira Brava, disse que foi com muita honra e grande sentido de responsabilidade cívica que aceitou o convite que lhe foi dirigido para este desígnio e esta missão, acrescentando que está convicta que as propostas e as soluções já apresentadas para a Região são a melhor alternativa para o seu desenvolvimento». «Paulo Cafôfo é a melhor alternativa para o Governo da RAM», rematou.

A lista de candidatos do PS-Madeira à Eleições Legislativas Regionais é composta pelos seguintes nomes:


Candidatos efetivos:

 
1. Paulo Cafôfo – Funchal

2. Emanuel Câmara - Porto Moniz

3. Luísa Paolinelli – Funchal

4. Marina Barbosa – Machico

5. Élvio Jesus - Funchal

6. Elisa Seixas - Câmara de Lobos

7. Victor Freitas – Funchal

8. Jacinto Serrão - Câmara de Lobos

9. Olga Fernandes - Ribeira Brava

10. Rúben Eiras - Funchal

11. Avelino Conceição – Machico

12. Sílvia Sousa Silva - Santa Cruz

13. Rui Caetano – Funchal

14. Miguel Iglésias – Funchal

15. Mafalda Figueira - Santa Cruz

16. Sérgio Gonçalves – Funchal

17. Miguel Brito - Porto Santo

18. Sofia Canha - Calheta

19. Beto Mendes - Porto Moniz

20. Carlos Coelho - Ponta do Sol

21. Tânia José Freitas - Santana

22. Jaime Leandro - Funchal

23. Alberto Olim - Machico

24. Sara Silva – São Vicente

25. Pedro Calaça – Funchal

26. Pedro Diniz – Santa Cruz

27. Carmo Jesus – Câmara de Lobos

28. Guido Gomes – Funchal

29. Luísa Baeta – Santa Cruz

30. Tânia Silva – Ponta do Sol

31. Rui Rodrigues – Ribeira Brava

32. Carlos Gonçalves – Câmara de Lobos

33. Rosa Oliveira – Porto Santo

34. Helena Freitas – São Vicente

35. Roberto Calaça – Machico

36. Micaela Camacho – Funchal

37. Isabel Garcês – Funchal

38. Adelino Silva – Santana

39. Márcia Mendonça – Porto Moniz

40. Lília Caldeira – Machico

41. Renato Freitas – Calheta

42. Énia Freitas – Funchal

43. Lina Santos – Ponta do Sol

44. Carlos Gonçalves – Ribeira Brava

45. Cláudia Costa – Machico

46. Patrícia Agrela – Câmara de Lobos

47. Ricardo Cabral – Funchal

 

Mandatário da candidatura

António Pedro Freitas

16.09.2019

«É TEMPO DE MUDAR E DE INICIAR UM NOVO CICLO DE DESENVOLVIMENTO NA REGIÃO»

À entrada da última semana de campanha para as Regionais, Paulo Cafôfo apela aos madeirenses e porto-santenses para confiarem no PS no dia 22 de setembro. “O PS é a única força política em condições de fazer uma virar de página na Região, de iniciar um novo ciclo de desenvolvimento económico e social na próxima década, num projeto onde todos contam”, afirma o candidato.

15.09.2019

Aproveitamento económico do mar tem de respeitar interesses da população e o ambiente e conciliar com atividade turística

O mar é um recurso natural que pode e deve ser potenciado na ótica de diversificação da economia, mas não a qualquer custo. Esta é a mensagem deixada por Paulo Cafôfo sobre o desenvolvimento de aquacultura na Região.

14.09.2019

OS MADEIRENSES EXIGEM UMA OUTRA POSTURA POLÍTICA

Projeto uma governação próxima das pessoas, que seja dialogante e inclusiva. Os desafios que encaramos requerem um presidente que diga presente à discussão democrática porque é debatendo os temas da Região que conseguimos todos somar e fazer mais pela nossa terra.” É desta forma que Paulo Cafôfo comenta a reiterada resposta do candidato do PSD de fugir ao debate com o cabeça de lista do PS.

13.09.2019

MAR É APOSTA DO PS-M PARA AUMENTAR A COMPETITIVIDADE DA REGIÃO

Aproveitar as potencialidades do mar é uma das grandes apostas de Paulo Cafôfo com vista à diversificação da economia regional e à criação de emprego na Madeira. Para o candidato, o desenvolvimento sustentável da Região está no mar e é com base neste recurso que será possível haver crescimento e libertar a Madeira da sazonalidade do turismo e de um modelo de desenvolvimento assente quase exclusivamente nas obras públicas financiadas por dívida regional, um modelo desgastado e sem futuro.

13.09.2019

PAULO CAFÔFO APOSTA NA RESOLUÇÃO DO PROBLEMA DAS LISTAS DE ESPERA E NA CONTRATAÇÃO DE MAIS MÉDICOS E ENFERMEIROS

Aumentar o financiamento para a Saúde, resolver o problema das listas de espera e contratar mais médicos e enfermeiros são algumas das apostas de Paulo Cafôfo para garantir uma melhor resposta dos serviços de saúde aos madeirenses e porto-santenses.

13.09.2019

Reforço das ligações marítimas, aposta na saúde e criação de emprego são compromissos do Partido Socialista para Porto Santo

Dotar a ilha de mais ligações marítimas, reforçar o Centro de Saúde com mais profissionais e desenvolver outra estratégia de promoção turística para combater a sazonalidade são, para Paulo Cafôfo, passos essenciais para dinamizar o Porto Santo.

Acção Socialista