Atualidade

Miguel Brito apresenta um projeto com futuro para o Porto Santo
30.05.2021

Miguel Brito apresenta um projeto com futuro para o Porto Santo

Miguel Brito apresentou, hoje, publicamente, a sua candidatura à presidência da Câmara Municipal do Porto Santo– com o lema “Porto Santo com Futuro” – esperando contar com a confiança dos porto-santenses para concretizar todo o potencial da ilha em ações em concretas, que se traduz em mais oportunidades para todos.

Miguel Brito começou a sua intervenção afirmando querer ser “parte ativa na transformação séria, autêntica e honesta do Porto Santo”, entendo que a ilha dourada “pode ser muito mais”.

Afirma que a sua candidatura “é um passo em direção ao futuro, porque o nosso projeto não é um projeto para fazer igual”, explicando que se trata de “um projeto de desenvolvimento para fazer diferente''. Para desenvolver o Porto Santo por inteiro. Para fazer cumprir com as tremendas potencialidades que a nossa ilha apresenta e estão à vista de todos”.

Miguel Brito considera que o Porto Santo tem todas as caraterísticas e os recursos naturais e humanos para concretizarmos um amplo projeto de futuro, prestando atenção às necessidades atuais e criando condições para a vida das futuras gerações de porto-santenses. 

“Os porto-santenses precisam de resultados, precisam de uma Câmara que não apenas ouve os seus problemas, mas que tudo faz para os resolver”, frisou.

O candidato apresentou quatro eixos fundamentais da sua candidatura à Autarquia local, o turismo, o apoio social, a educação e a mobilidade interna.

Miguel Brito explica que o primeiro eixo visa a definição de uma estratégia municipal de turismo com dois vetores essenciais, o primeiro respeita à formação de recursos humanos com qualidade, possibilitando a maximização de competências pessoais e profissionais, E, o segundo, uma atuação direta de requalificação do produto turístico com base na diferenciação.

“O Porto Santo precisa de uma rede integrada de apoio social e a Câmara Municipal deve ser aqui a entidade organizadora para uma política social inovadora, sustentada e de justiça social”, aponta o segundo eixo.

Um terceiro eixo da candidatura visa atuar em matéria de educação, formação e desporto, através de uma aposta na rede escolar e no acesso de todos à educação com equipamentos e materiais escolares gratuitos.


Por fim, no que se refere ao quarto eixo, Miguel Brito diz que “é fundamental apostar na mobilidade interna, criando mecanismos que ofereçam transporte em toda a ilha e sirvam a população de forma adequada e que promovam deslocações sustentadas”.

Miguel Brito afirma que a sua candidatura “é um projeto de união dos porto-santenses em prol de uma causa comum que é a projeção do Porto Santo a um lugar de excelência, para o seu crescimento económico sólido”.

“A Câmara Municipal tem um papel fundamental para termos outro Porto Santo e nós queremos fazer a diferença na vida de cada um de vós, com determinação e sem deixar ninguém para trás”, concluiu.

Por sua vez, Paulo Cafôfo começou por salientar a personalidade do candidato que prima pela humildade e simplicidade, frisando que “estamos perante uma candidatura forte porque tem um grande homem”.

“Um homem à altura do desafio, preparado para ser presidente da Câmara Municipal do Porto Santo”, vincou.

O presidente do PS Madeira reconhece que são enormes os desafios que terá pela frente, destacando três.

Primeiro, revela que é importante “olhar pelos mais jovens”, através de uma grande aposta na educação.  Em segundo, a vertente social, onde destacou a necessidade imperativa de capacitar a população e oferecer mais oportunidades. Por último, destacou o papel do turismo, sublinhado a importância de uma estratégia que garanta um destino diferenciador, com um produto de qualidade e um serviço de excelência.

Por fim, Paulo Cafôfo afirmou que o candidato Miguel Brito terá de “ser um porta-voz de um povo na defesa de todos os interesses”, acrescentando que “quando o Governo Regional não cumprir, terás de ser tu a assumir esse compromisso”. 

A apresentação contou ainda com a intervenção da candidata à Assembleia Municipal, Ana Dias, considera que este projeto é a “única alternativa positiva para o futuro do Porto Santo”, porque visa criar oportunidades, sobretudo para os mais jovens, e o fortalecimento da economia local.

Acção Socialista