Atualidade

JS-M quer estudantes isentos do pagamento de testes à Covid-19
21.05.2020

JS-M quer estudantes isentos do pagamento de testes à Covid-19

A Juventude Socialista-Madeira (JS-M) entende que os estudantes madeirenses deslocados no exterior não devem pagar os testes à Covid-19 no seu regresso à Região.

Olavo Câmara, presidente desta estrutura de juventude partidária, aponta a importância de salvaguardar os estudantes, quer no imediato, quer no futuro, pelo que propõe que os mesmos fiquem isentos do referido pagamento.

«Ainda está tudo em suspenso e não sabemos bem o que está a ser pensado. Por isso mesmo, deixamos o alerta para que os estudantes madeirenses deslocados não sejam obrigados a pagar o custo do teste no seu regresso a casa, devendo esse valor ser suportado integralmente pelo Governo Regional», adianta o responsável.

O líder da JS-M lembra que é em julho que a maior parte dos alunos deslocados regressam à Madeira, circunstância que irá coincidir com a obrigatoriedade de fazer os testes à Covid-19, a serem pagos pelos passageiros. Nesse sentido, considera que esta questão tem de ser pensada e articulada, de forma a salvaguardar o orçamento familiar dos estudantes madeirenses. Os jovens socialistas entendem que a prioridade é garantir esta isenção para os estudantes, mas não deixam de fora a hipótese de esta medida ser aplicada também relativamente a todos os madeirenses e porto-santenses, residentes ou emigrantes.
A JS-M alerta também para a necessidade de serem fixados valores aceitáveis e competitivos para quem nos visita, com vista a não onerar ainda mais o custo de viajar. «Uma vez que precisamos de muitos turistas para o relançamento da economia madeirense, a questão dos testes não pode ser vista como impeditiva para o setor turístico, mas sim como uma oportunidade de garantia do destino e da saúde pública na Região», declara Olavo Câmara.

Os jovens socialistas madeirenses dizem ainda que, desde que os testes sejam de elevada qualidade e seja garantida a sua eficácia, estamos perante uma medida satisfatória e necessária, permitindo a salvaguarda da saúde pública e a abertura do aeroporto para a dinamização e normalização do setor económico. 

Acção Socialista