Atualidade

PS QUER INVERTER A DESVITALIZAÇÃO E O DESPOVOAMENTO DOS CONCELHOS RURAIS
02.11.2019

PS QUER INVERTER A DESVITALIZAÇÃO E O DESPOVOAMENTO DOS CONCELHOS RURAIS

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista considera prioritária a adoção de medidas para inverter a desvitalização e o despovoamento dos concelhos mais rurais.

Esta manhã, os deputados socialistas estiveram no concelho de Santana, dando continuidade ao trabalho de proximidade com a população, o qual não se restringe ao tempo de campanha eleitoral, como explicou Paulo Cafôfo, em conferência de imprensa realizada na freguesia da Ilha.

O parlamentar afirmou que a desertificação é um problema grave em algumas zonas da Região, principalmente nos territórios da costa norte da ilha da Madeira, questão à qual estão também associados o empobrecimento e o envelhecimento.

Paulo Cafôfo lembrou que 80 por cento da população da Madeira vive em quatro concelhos – Funchal, Santa Cruz, Câmara e Lobos e Machico – e que os municípios onde se tem verificado um maior despovoamento e envelhecimento são Santana, São Vicente e Porto Moniz. Por isso, considerou serem necessárias «políticas públicas setoriais, que sejam transversais e possam inverter este ciclo de desvitalização dos concelhos mais rurais e dos concelhos a norte». Neste âmbito, defendeu incentivos às empresas para que se possam estabelecer nestes territórios e criar empregos, de modo a fixar as pessoas. A disponibilização de serviços públicos, de forma a que as pessoas possam ter condições e qualidade de vida para poderem residir nestes locais é outra medida necessária.

«O PS defende que esta deve ser uma prioridade, que implica uma articulação e uma mobilização de todos – Governo Regional, autarquias, instituições da sociedade civil e a Universidade da Madeira – para podermos ter aqui uma estratégia onde se possa inverter este processo, que é grave e põe em risco esta parte do território», sustentou Paulo Cafôfo.

Nestes concelhos mais rurais, com freguesias predominantemente agrícolas (como a da Ilha), o deputado socialista frisa que há que olhar não só para os setores tradicionais, como o setor primário, mas também apostar numa diversificação da economia. «Para fixar pessoas, temos de criar emprego e não estamos a utilizar todas as ferramentas e instrumentos que temos para atrair empresas, para atrair investimento, para criar emprego e fixar a população», concluiu.

Congresso do PS-Madeira adiado devido à Covid-19
06.04.2020

Congresso do PS-Madeira adiado devido à Covid-19

O Partido Socialista-Madeira decidiu adiar o congresso do partido, devido à pandemia de Covid-19. A eleição do próximo presidente do PS-M estava agendada para o dia 9 de maio e a reunião magna estava marcada para os dias 23 e 24 do mesmo mês, mas, tal como explicou o presidente da Comissão Regional, a atual situação de emergência causada pela pandemia de Covid-19 levou à tomada de decisão de adiar estes atos. 

Carlos Pereira aponta medidas para as autarquias combaterem a pandemia e ajudarem as empresas e trabalhadores
24.03.2020

Carlos Pereira aponta medidas para as autarquias combaterem a pandemia e ajudarem as empresas e trabalhadores

O deputado do Partido Socialista-Madeira à Assembleia da República Carlos Pereira sugere algumas medidas que ainda podem ser postas em prática pelas autarquias para ajudarem a economia, na sequência da crise causada pela pandemia do Covid-19.

Carlos Pereira propõe programa económico complementar
23.03.2020

Carlos Pereira propõe programa económico complementar

Carlos Pereira, deputado do Partido Socialista-Madeira à Assembleia da República, entende que, além das medidas já apresentadas pelo Governo Regional, é necessário um plano económico complementar para fazer face à queda da economia, que, pelas suas contas, deverá rondar os 10% do Produto Interno Bruto.

PS quer Autoridade da Concorrência a investigar concertação de preços nos transportes marítimos
09.03.2020

PS quer Autoridade da Concorrência a investigar concertação de preços nos transportes marítimos

Os deputados do Partido Socialista-Madeira à Assembleia da República estiveram reunidos, esta manhã, com a direção da Associação Comercial e Industrial do Funchal (ACIF), a quem transmitiram as ‘démarches’ que têm vindo a efetuar no sentido de alertar para a necessidade de investigar a alegada concertação de preços nos transportes marítimos na Região.

Orçamento do Estado é bom para a Madeira e o da Região não resolve principais problemas
30.01.2020

Orçamento do Estado é bom para a Madeira e o da Região não resolve principais problemas

Debater os Orçamentos do Estado e da Região para 2020 foi o objetivo da sessão promovida esta tarde, em Machico, pela Juventude Socialista-Madeira, que juntou os deputados à Assembleia da República e ao Parlamento madeirense Olavo Câmara e Marina Barbosa, respetivamente.
ORÇAMENTO DO ESTADO É BOM PARA A MADEIRA E «DÁ BAILE À DIREITA»
27.01.2020

ORÇAMENTO DO ESTADO É BOM PARA A MADEIRA E «DÁ BAILE À DIREITA»

«O Orçamento do Governo Socialista é bom para os portugueses e, em particular, é bom para a Região Autónoma da Madeira», afirmou hoje o deputado do Partido Socialista à Assembleia da República Olavo Câmara, aquando da audição ao ministro das Finanças, no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2020.

Newsletter

Fique a par das últimas novidades!

Subscrever

Agenda

Acção Socialista