Convenção Autárquica
«O PSD lembrou-se que tem de ganhar eleições e é agora, só neste momento, que estão a trabalhar para isso, enquanto nós estamos a trabalhar desde o primeiro momento pelas pessoas e não nos esquecemos disso»
Convenção Autárquica
«O PS não defende há muito tempo estas medidas que Miguel Albuquerque está a apresentar agora. O PS já executa estas medidas onde é poder. Essa é que é a grande diferença»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«O futuro da Madeira começou hoje. Vamos todos arregaçar as mangas!»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«A nossa marca é a proximidade e o envolvimento dos cidadãos, da sociedade civil, na construção de um futuro comum»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Nós não queremos mudar o poder pelo poder. Temos uma estratégia de desenvolvimento para a Região assente numa agenda social, humanista, progressista, mas que quer, acima de tudo, mudar aquilo que tem sido um paradigma de um governo Regional que tem governado para o partido, tem governado para alguns interesses, não tem governado para o coletivo»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Temos uma Região que não tem petróleo nem diamantes, mas temos as pessoas, pessoas que querem concretizar sonhos, construir o futuro, que são trabalhadoras, empreendedoras e resilientes. É nestas pessoas, na sua educação, que nós devemos apostar, na qualificação da nossa população, porque esse é e será o principal fator de desenvolvimento»
1

ACABARAM AS DESCULPAS PARA QUE O NOVO HOSPITAL NÃO SE TORNE REALIDADE

Foi através de um comunicado assinado pelo secretário-geral do PS-M, João Pedro Vieira, que o partido se congratulou com o cumprimento por parte do Governo da República do compromisso relativo ao financiamento do novo hospital.

A resolução do Conselho de Ministros onde ficou aprovado o apoio financeiro à construção, fiscalização da empreitada e aquisição de equipamento médico e hospitalar estrutural do futuro Hospital Central da Madeira foi publicada em Diário da República na passada quarta-feira.

O Partido Socialista considera que este é um passo fundamental para a concretização de uma obra de enorme importância para toda a região que contribuirá substancialmente para a melhoria dos cuidados de saúde às famílias com uma oferta de qualidade para todos os madeirenses. Para além de que permitirá melhorar as condições de trabalho dos profissionais inseridos no serviço regional de saúde.

Com este compromisso, o Primeiro Ministro garante a atribuição das verbas necessárias já no Orçamento de Estado para 2019, permitindo ao Governo Regional avançar com o concurso público internacional.

Nos termos da resolução, o Governo Regional "apresentou um custo estimado máximo com a construção, assessoria à fiscalização da empreitada, equipamento médico e hospitalar que constituirá parte integrante do edifício do futuro Hospital Central da Madeira, de (euro) 265 983 447,05; um valor de avaliação global a devoluto do Hospital Dr. Nélio Ferraz Mendonça de (euro) 63 436 000,00, datada de maio de 2018; e um valor de avaliação global a devoluto do Hospital dos Marmeleiros de (euro) 9 584 000,00, datada de junho de 2018".

O Governo da República aprovou a candidatura do Governo Regional, reconheceu-o como Projeto de Interesse Comum, e assegurou o apoio financeiro e as transferências orçamentais para a RAM, correspondentes a 50 % do valor da construção, incluindo a assessoria à fiscalização da empreitada e equipamento médico e hospitalar, nos termos apresentados pelo Governo Regional.

redes sociais

agenda

acção socialista | digital

 

militante

 

Vídeos

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!