A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«O futuro da Madeira começou hoje. Vamos todos arregaçar as mangas!»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«A nossa marca é a proximidade e o envolvimento dos cidadãos, da sociedade civil, na construção de um futuro comum»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Nós não queremos mudar o poder pelo poder. Temos uma estratégia de desenvolvimento para a Região assente numa agenda social, humanista, progressista, mas que quer, acima de tudo, mudar aquilo que tem sido um paradigma de um governo Regional que tem governado para o partido, tem governado para alguns interesses, não tem governado para o coletivo»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Temos uma Região que não tem petróleo nem diamantes, mas temos as pessoas, pessoas que querem concretizar sonhos, construir o futuro, que são trabalhadoras, empreendedoras e resilientes. É nestas pessoas, na sua educação, que nós devemos apostar, na qualificação da nossa população, porque esse é e será o principal fator de desenvolvimento»
1

GRUPO PARLAMENTAR DO PS REQUER ACESSO À INFORMAÇÃO ENVIADA PELO GOVERNO REGIONAL

Na sequência da publicação da Resolução do Conselho de Ministros que aprova o apoio financeiro à construção, fiscalização da empreitada e aquisição de equipamento médico e hospitalar estrutural do futuro Hospital Central da Madeira, o Grupo Parlamentar do PS Madeira irá requerer formalmente ao Governo Regional e ao Ministério das Finanças toda a informação fornecida pelo Governo Regional no âmbito da candidatura apresentada.

O Grupo Parlamentar do PS Madeira recorda que, de acordo com o número 4 do artigo 51º da Lei das Finanças das Regiões Autónomas, que define os termos de aprovação e financiamento dos Projetos de Interesse Comum, compete ao Governo Regional apresentar, na respetiva candidatura, a "descrição, a justificação para o seu enquadramento como interesse comum e a respetiva programação financeira". Tendo, nesses termos, competido ao Governo Regional a apresentação da respetiva programação financeira, bem como as avaliações patrimoniais dos atuais hospitais vertidas na Resolução, cabe ao Governo Regional explicar e clarificar os pormenores da operação financeira envolvida, nomeadamente a inclusão e o destino que prevê dar às duas unidades hospitalares em causa.

O Grupo Parlamentar do PS Madeira recorda que o Governo da República aprovou a candidatura do Governo Regional, reconheceu o Novo Hospital como Projeto de Interesse Comum, assegurou o apoio financeiro necessário à sua construção e, finalmente, incluirá no Orçamento de Estado de 2019 a verba de 14 milhões de euros destinados a este projeto.

Estando reunidas todas as condições para avançar com o Concurso Público Internacional, tal como planeado, o Grupo Parlamentar do PS Madeira espera que o Governo Regional não procure, mais uma vez, artefactos para suspender este projeto, como vem fazendo desde o ano 2000, e que avance de acordo com o cronograma aprovado. Já não há motivos para os madeirenses continuarem à espera do sempre adiado Novo Hospital. Só falta o PSD cumprir a sua parte.

redes sociais

acção socialista | digital

 

militante

 

Vídeos

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!