Convenção Autárquica
«O PSD lembrou-se que tem de ganhar eleições e é agora, só neste momento, que estão a trabalhar para isso, enquanto nós estamos a trabalhar desde o primeiro momento pelas pessoas e não nos esquecemos disso»
Convenção Autárquica
«O PS não defende há muito tempo estas medidas que Miguel Albuquerque está a apresentar agora. O PS já executa estas medidas onde é poder. Essa é que é a grande diferença»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«O futuro da Madeira começou hoje. Vamos todos arregaçar as mangas!»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«A nossa marca é a proximidade e o envolvimento dos cidadãos, da sociedade civil, na construção de um futuro comum»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Nós não queremos mudar o poder pelo poder. Temos uma estratégia de desenvolvimento para a Região assente numa agenda social, humanista, progressista, mas que quer, acima de tudo, mudar aquilo que tem sido um paradigma de um governo Regional que tem governado para o partido, tem governado para alguns interesses, não tem governado para o coletivo»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Temos uma Região que não tem petróleo nem diamantes, mas temos as pessoas, pessoas que querem concretizar sonhos, construir o futuro, que são trabalhadoras, empreendedoras e resilientes. É nestas pessoas, na sua educação, que nós devemos apostar, na qualificação da nossa população, porque esse é e será o principal fator de desenvolvimento»
1

PS-M QUER PROJETO ALTERNATIVO DE AUTONOMIA
A alternância de poder na Região Autónoma da Madeira nas eleições do próximo ano foi o mote para a reunião da Comissão Regional do Partido Socialista-Madeira, no Machico. Os presentes demonstraram o empenho do partido em concretizar esta ideia e em posicionar-se como uma alternativa de governação para a região.

Para o presidente da Comissão Regional, Bernardo Trindade é «essencial que os órgãos regionais do partido estejam perfeitamente sintonizados com aquela que é a estratégia regional que saiu do congresso – a eleição de uma direção perfeitamente ligada e assumindo claramente esta vontade que é contruir um projeto alternativo com a sociedade madeirense».

Bernardo Trindade fez ainda referência aos Estados Gerais e ao esforço de Paulo Cafôfo para envolver um grupo forte de pessoas com capacidades técnicas e políticas reconhecidas e que irão permitir ao partido desenvolver «um projeto alternativo para a Madeira».

O responsável acredita que a população da RAM deposita nos socialistas a responsabilidade de construir um futuro para a Madeira assente na disponibilidade, na competência e na criação de um «um projeto alternativo de autonomia».

redes sociais

agenda

acção socialista | digital

 

militante

 

Vídeos

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!