A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«O futuro da Madeira começou hoje. Vamos todos arregaçar as mangas!»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«A nossa marca é a proximidade e o envolvimento dos cidadãos, da sociedade civil, na construção de um futuro comum»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Nós não queremos mudar o poder pelo poder. Temos uma estratégia de desenvolvimento para a Região assente numa agenda social, humanista, progressista, mas que quer, acima de tudo, mudar aquilo que tem sido um paradigma de um governo Regional que tem governado para o partido, tem governado para alguns interesses, não tem governado para o coletivo»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Temos uma Região que não tem petróleo nem diamantes, mas temos as pessoas, pessoas que querem concretizar sonhos, construir o futuro, que são trabalhadoras, empreendedoras e resilientes. É nestas pessoas, na sua educação, que nós devemos apostar, na qualificação da nossa população, porque esse é e será o principal fator de desenvolvimento»
1

PRESIDENTE DO PS-M CONTRA O ISOLAMENTO DA POPULAÇÃO NO PORTO SANTO

O presidente do Partido Socialista da Madeira criticou esta tarde o facto de as pessoas residentes no Porto Santo continuarem isoladas, sobretudo no mês de janeiro. Carlos Pereira entende que há matérias no contrato de concessão estabelecido com a empresa privada que faz as ligações entre a Madeira e o Porto Santo e que devem ser alteradas.

O PS irá apresentar proposta na Assembleia Legislativa da Madeira para que haja uma reversão do caminho que está a ser seguido. “Apesar de um Governo ter mudado já o contrato de concessão que tem com a mesma empresa há 20 anos, não houve alterações”, defendeu, lembrando que em janeiro, os porto-santenses são obrigados a usar apenas os transportes aéreos, com todas as limitações que implicam.

Carlos Pereira aproveitou a conferência de imprensa que realizou na sede do partido, na rua da Alfândega, para falar também num projeto de resolução que será também apresentado na ALRAM, para assegurar, de uma vez por todas, a existência de uma ligação ferry regular entre a Madeira e o Continente. O presidente do PS-Madeira aconselha o governo regional a equacionar de forma decisiva a aquisição de um navio para cumprir os requisitos básicos de mobilidade marítima, com regularidade, entre a Madeira e o Continente, por considerar que a Região não pode manter esta situação instável e incerta no que respeita à mobilidade marítima.

 

redes sociais

acção socialista | digital

 

militante

 

Vídeos

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!