Convenção Autárquica
«O PSD lembrou-se que tem de ganhar eleições e é agora, só neste momento, que estão a trabalhar para isso, enquanto nós estamos a trabalhar desde o primeiro momento pelas pessoas e não nos esquecemos disso»
Convenção Autárquica
«O PS não defende há muito tempo estas medidas que Miguel Albuquerque está a apresentar agora. O PS já executa estas medidas onde é poder. Essa é que é a grande diferença»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«O futuro da Madeira começou hoje. Vamos todos arregaçar as mangas!»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«A nossa marca é a proximidade e o envolvimento dos cidadãos, da sociedade civil, na construção de um futuro comum»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Nós não queremos mudar o poder pelo poder. Temos uma estratégia de desenvolvimento para a Região assente numa agenda social, humanista, progressista, mas que quer, acima de tudo, mudar aquilo que tem sido um paradigma de um governo Regional que tem governado para o partido, tem governado para alguns interesses, não tem governado para o coletivo»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Temos uma Região que não tem petróleo nem diamantes, mas temos as pessoas, pessoas que querem concretizar sonhos, construir o futuro, que são trabalhadoras, empreendedoras e resilientes. É nestas pessoas, na sua educação, que nós devemos apostar, na qualificação da nossa população, porque esse é e será o principal fator de desenvolvimento»
1

CARLOS PEREIRA RECORDA PROMESSAS CUMPRIDAS PELOS SOCIALISTAS

O secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, regressa à Madeira este mês para concretizar a promessa de comparticipação nas despesas de saúde dos emigrantes regressados da Venezuela. Uma medida que o presidente do PS-Madeira, Carlos Pereira, destaca e inclui na lista de promessas feitas pelos socialistas madeirenses e que envolviam negociações com o governo da República.

Carlos Pereira deu uma conferência de imprensa em que recorda que esta tinha sido uma promessa sua, antes da discussão do Orçamento de Estado para 2018. “Dissemos que iríamos fazer tudo o que estivesse ao nosso alcance para o pagamentos das despesas de saúde e foi o que aconteceu”, sublinha.

Esta tem sido a linha de actuação da direcção do PS-M desde que está à frente do partido. “Tem sido difícil o diálogo com o Estado, mas temos conseguido”, garante o dirigente socialistas que dá como exemplos o co-financiamento do novo hospital, a vinda de meios aéreos para o combate aos fogos, bem como as ajuda às vítimas dos incêndios.

Carlos Pereira também refere como uma conquista do PS-M a inclusão, no OE2018, da possibilidade de negociação da redução dos juros da dívida da Madeira e outras medidas, como as questões jurídicas das habitações em zona de domínio público marítimo, ou a redução da contribuição dos agricultores para a segurança social.

“Demonstramos que somos um partido de confiança e que estamos preparados para governar a Madeira”, conclui.

redes sociais

agenda

acção socialista | digital

 

militante

 

Vídeos

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!