Convenção Autárquica
«O PSD lembrou-se que tem de ganhar eleições e é agora, só neste momento, que estão a trabalhar para isso, enquanto nós estamos a trabalhar desde o primeiro momento pelas pessoas e não nos esquecemos disso»
Convenção Autárquica
«O PS não defende há muito tempo estas medidas que Miguel Albuquerque está a apresentar agora. O PS já executa estas medidas onde é poder. Essa é que é a grande diferença»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«O futuro da Madeira começou hoje. Vamos todos arregaçar as mangas!»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«A nossa marca é a proximidade e o envolvimento dos cidadãos, da sociedade civil, na construção de um futuro comum»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Nós não queremos mudar o poder pelo poder. Temos uma estratégia de desenvolvimento para a Região assente numa agenda social, humanista, progressista, mas que quer, acima de tudo, mudar aquilo que tem sido um paradigma de um governo Regional que tem governado para o partido, tem governado para alguns interesses, não tem governado para o coletivo»
A Madeira que queremos - Diálogos com Paulo Cafôfo
«Temos uma Região que não tem petróleo nem diamantes, mas temos as pessoas, pessoas que querem concretizar sonhos, construir o futuro, que são trabalhadoras, empreendedoras e resilientes. É nestas pessoas, na sua educação, que nós devemos apostar, na qualificação da nossa população, porque esse é e será o principal fator de desenvolvimento»
1

SOFIA CANHA LANÇA PETIÇÃO CONTRA ENCERRAMENTO DOS CTT NO ARCO DA CALHETA

Sofia Canha esteve no Arco da Calheta, para se associar à indignação da população perante o encerramento da estação dos CTT naquela freguesia. A deputada na Assembleia Legislativa da Madeira e vereadora do PS na Câmara Municipal da Calheta, lançou uma petição pública para “envolver a população” num esforço contra o encerramento da loja dos CTT.

“O Arco da Calheta é a freguesia mais populosa do concelho da Calheta, tem um número significativo de pessoas idosas, com dificuldades de mobilidade, agravadas pelo facto de não haver uma rede de transportes públicos”, sublinha.

Sofia Canha lembra que “o Arco da Calheta tem pouca dinamização em termos de comércio e de serviços e o pouco que tem não se admite que se encerre”. A deputada socialista garante que há grande afluência ao posto dos CTT e o seu encerramento está a causar grande apreensão junto da população “porque não se apresentam alternativas significativas, sobretudo, para fazer face às necessidades dos idosos, que recorrem a este serviço para o levantamento das suas pensões”.

A vice-presidente do PS-Madeira recorda que foi o governo da coligação PSD/CDS que promoveu a total privatização dos CTT que era uma empresa pública lucrativa.

“Sabemos que nas empresas privadas é o lucro que prevalece, no entanto é preciso relembrar que há um contrato de serviço público que esta empresa deve prestar e, por isso, não deve proceder ao encerramento da loja dos CTT no Arco da Calheta”, afirma a deputada que espera que as “entidades políticas se movimentem para travar a decisão dos CTT ”.

Em menos de 24 horas já estão contabilizadas mais de 200 assinaturas na petição on-line. Além desta medida, pretende avançar com votos de protestos na Câmara Municipal da Calheta e na Assembleia Legislativa da Madeira.

 

redes sociais

agenda

acção socialista | digital

 

militante

 

Vídeos

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!