1

CARLOS PEREIRA PROPÕE QUE REGIÃO ENTRE NO CAPITAL DA SATA

O presidente do PS-M, Carlos Pereira, considera que com as exigências de mobilidade e o desenvolvimento do turismo, a Região deve criar condições para estabelecer o início das negociações com o Governo dos Açores de modo a estudar a forma de entrada da Região no capital da SATA. “É fundamental que a Região tenha um instrumento efetivo de suporte à defesa dos interesses dos nossos cidadãos e da promoção do nosso turismo”. 

"As nossas propostas minimizam os estragos que o Orçamento provoca na vida das famílias e empresas madeirenses e porto-santenses", sublinhou, enumerando as que considera mais relevantes.

Ainda na área económica, Carlos Pereira sugere a regionalização total do capital da SDM e estabelecimento de um plano estratégico envolvendo os intervenientes principais da economia regional, isto por considerar que um instrumento de distribuição de benefícios fiscais exige estar nas mãos da Região, sem controle de nenhuma empresa.

O PS defende ainda a criação da estrutura de missão para assegurar a conceção do novo pacote de fundos europeus 20-27. “A Região está muito atrasada neste importante objetivo”, considerou.

Por outro lado, Carlos Pereira considera que deverá ter início, em 2018, uma nova geração de política de investimentos, recuando na predominância em investimentos rodoviários sem prioridade e fixando o interesse noutros investimentos. O presidente do PS sugere o reforço do investimento no hospital orçamentando o valor total das expropriações de 25 milhões de euros (o ORAM só contempla 5 milhões), o lançamento do concurso público internacional para a construção da obra e o início do processo de instalação do cabo de fibra ótica entre a Madeira e o Continente, aproveitando os fundos do quadro em curso.

As propostas do PS contemplam ainda várias medidas na área da saúde e na área social. Carlos Pereira propõe o aumento do acréscimo de salário mínimo em 10 %.

Na área financeira, é sugerido um grupo de trabalho que estabelecerá com o governo da república a redução dos juros da divida com o estado previstas no OE2018, bem como um plano de redução da dívida comercial, aproveitando a autorização do OE2018 para substituição de dívida comercial por dívida financeira, dando prioridade às PME’s.

redes sociais

agenda

acção socialista | digital

 

militante

 

newsletter

Inscreva-se na nossa newsletter para saber as últimas novidades!